O assunto, embora localizado geograficamente, merece uma reflexão universalizante. Não perdereis o vosso tempo. O quotidiano de uma pequena cidade no seu melhor.


(Na imagem: "Retábulo Portalegrense", de João Garção)

23 comentários:

Melo de Borba disse...

Por esta e outras e o assunto é político, não artístico pois o Nicolau não poupa os pantomineiros portalegrenses, é que certos malandros o tentam calar e assobiam para o ar. E é, também por isso que bufos e chulos escrevem para aqui comentários a ofendê-lo, lembrem-se da hecatombe de Lisboa,senhores chulos e que as pessoas cada vez menos os aguentam, mais dia ou mais tarde acaba-se-lhes a mama, primeiro fazem festas, depois ameaçam mas já falta pouco para esganarmos essa cambada.
Boas férias, e aos leitores também.

Fernando M. disse...

A visão traçada pelo Nicolau Saião é um espelho da triste realidade que também conheço e em geral se conhece.
Obras sumptuárias para encher o olho, justifica-se o arranjo e limpeza da cidade mas isso só não chega e não falo apenas dos autarcas, falo também dos da oposição e a gente da beataria guindando um ambiente feito de senhores que meu deus, como são poucochinhos!
A desgraça já vem de longe,parece que vai continuar, mas espero que os portalegrenses, que já não gostam deste panorama, os afastem, afastando principalmente as razões do atraso, assentes em panelinhas de interesseiros. Há gente séria, não podemos deixar que a cidade continue a ser iludida com festanças e propaganda. Festas são coisas bonitas e eu concordo, mas para iludir a depressão em que se mergulha, isso não!

Jorge Meireles disse...

A carta do Nicolau bem como o resto do artigo concordo que tem de ter uma leitura política. Não se trata de afastamento de um artista. Ou artistas desafectos ao regime ali vigorando. É o ambiente que se vive na cidade e arriscaria dizer no resto do distrito onde o que se passa com ele é um exemplo.
Leia-se a carta que Luís Pargana dirigiu ao Exmo. Sr. Presidente Cáceres, no jornal independente "Fonte Nova". Também é um reflexo deste estado de coisas. O mal não estará no Sr. Presidente, pode ser um homem de letras grossas mas não se põe em causa a sua boa intenção. Quando muito o não ter capacidade para ver. Ele é um resultante, autista. E sabe-lhe bem o ambiente?
Fizeram da actividade artística pública uma pimbalhice ou uma inexistencia não só porque não têm saber para mais mas porque é mais fácil fingir que glorificam o Régio que lhes serve de desculpa do que incentivarem a cultura viva. Não lhes interessa o Régio mas o aproveitamento que lhes serve para eliminarem a criatividade aqui e agora.
E quem não estiver pelos ajustes, "democraticamentem" põem-no de lado. Mas não só da parte da Câmara, outros procedem igual.
Portalegre vive hoje um evidente défice democrático.
Até quando?

M.D. disse...

Sim, não devemos perder de vista o que está de facto em causa. O que os donos de Portalegre atacam ao ostracizarem e hostilizarem pessoas, e mais são, como Saião e Ventura, não é a circunstancia de serem autores desenquadrados, mas sim escreverem textos onde contestam e põem a nu o ambiente oportunista e antidemocrático que se vive naquela cidade.

Observador disse...

O senhor Saião vem para aqui ofender a região, todos nós.
Fala também em medíocres bem montados. Tem piada. Ele também anda bem montado. Ainda bem, uma pessoa que tem uma reforma de funcionário e com dois carros, um BMW, trem de vida que mete boas casas. Mas ele se inclina mais para maçon aqui tudo se sabe.Deve de ser milagre. É uma alegria, mas nisto o sr. Saião concerteza fica mais do que caladinho.

Joaquim S.Vitorino disse...

O artigo do Nicolau Saião só peca por ser demasiado brando. Se fosse eu ainda juntaria mais factos que se dão nesta cidade onde a vergonha não existe. Pelo menos em alguns. E o golpismo é uma naturalidade.
O cara-de-cu que o tenta difamar com frasesinhas rascas só merece desprezo, é o que se dá aos cobardes.

J.Meireles disse...

Assisto, entre interessado e enojado, a este folhetim.
Interessado pelo que o Nicolau escreveu e a coragem, sim em Portalegre é preciso ter coragem para falar nestes casos, demonstrada por Ventura ao publicar. Enojado pela baixeza de um observador, que não faz mais que vomitar sobre a sua pessoa, pois também toda a gente na cidade sabe que o Nicolau nunca se lhe pegou nada às mãos e tudo o que têm foi pelo esforço dele e da srª d. Flora.
Estou em condições de afirmar que a seu tempo ele editará um livro com esta e outras preto no branco, com nomes e situações, uma vez que e é escusado estarem a tentar meter no barulho os autárquicos de agora, as hostilizações vêm mais doutros lados e há coisas que têm a ver com ódios e corrupções antigas. Isso das escritas e artes está aí só de carambola.
Como ele diz e bem está reformado, já não podem por-lhe algemas e há que chamar os bois pelos nomes.
Houve alguns que já pagaram no banquinho como é facto sabido na cidade. Outros virão a seguir.

corredoura disse...

gostava de ver isso...isto é, gostarei de ver, porque se assim é o n. também lá vai por o nome de putas e de gajos que lhe arranjavam tachos aqui e ali, de outros que se abarbatavam com dinheirinhos, o que aliás sucede por todo o lado, só não sucede em portalegre é claro são todos anjinhos papudos. dessa vez é que te limpam às tantas...

Rua dos Mexes disse...

Eu rio-me porque chego à conclusão que o Saião é um ingénuo. No livro que falam só se puser lá a maria aldina a fazer b... em cuecas de resto ninguém vai ler, é que toda a gente sabe as pouca-vergonhas e as roubalheiras, e então se falamos em putas e cornos ladrões é só ir ao Alentejano e toda a malta sabe lá disso, eu vou antes comprar quando sair o último da Rebelo Pinto. E lá no alto do Rossio no quintal da paneleiragem quem é que não sabe de vígaros e de passadores e de outras que tais?
O Saião mais vale que faça os seus versinhos. Se deixe de fazer de justiceiro. Para além de toda a gente saber o panorama, ainda se mete em merdas da grossa.
E o Meireles era melhor que também baixasse a bola. Topas?

J.baptista disse...

Concordo. Não esquecendo que se tem falado tanto no caso do Fernando Charrua, pois olhem que por cá têm-se passado coisas bem piores.

Carrilho disse...

Eu se fosse ao Saião e ao Ventura estava-me nas tintas e deixava essa cidade entregue à bicharada. Para quê falarem e chatearem-se se tudo ficará sempre na mesma? Além de que podem vir a ser seriamente prejudicados e tanto um como outro já tiveram amostras de que as coisas podem ser bem piores para eles.
Gozem mas é o sol e férias e deixem o resto.

covas de belém disse...

Todos ganharíamos se o J.Baptista dissesse os casos "piores" que o do prof.Charrua, que tem havido nessa cidade. Ele lá sabe, ou parte do princípio que é assim por a cidade estar como está e abafar? Se refere-se ao do dr. que não é dr. a exemplo dum Raposo, mas que nunca deu aulas, ou de terem posto fora o dr. Ruy Ventura do estabelecimento de ensino onde estava, isso já foi denunciado publicamente, sabe-se tudo, e o ministério da Educação nada fez, nem faz.
"Outros valores mais altos se alevantam"? Talvez...

Armandinho disse...

Deixa...Um dia a gente fala. Gostarás ou não? Deus é que sabe!

Luis Eme disse...

Fico pasmo com estes comentários... por exemplo ter um BMW, corta-nos o pio...

Mas, fazendo fé no que se passa na minha cidade e noutras que conheço, Nicolau terá mesmo muito a dizer, quanto mais não seja pela forma como o devem tratar, apenas graças ao "daltonismo" político...

rua dos mexes disse...

Mais valia que estivesses caladinho, luis m. lembra-te do que sucedeu ao luis da maria antonieta.

observador disse...

há uma cançoneta, ó luis tira cacos do nariz, mas é quem tem nariz.
tu ainda tens.

M.H.Ruas disse...

Está provado pela experiencia que os que ameaçam nunca são perigosos.
Luís Milheiro não faça caso destes sujeitos. Ruy e Nicolau vocês estão acima desta gente, continuem a dar-nos as vossas obras,isso é o importante.
Beijinhos.
Maria Helena Ruas

alfredo d. disse...

rui e nicolau não se deixem intimidar. continuem estamos do vosso lado e portalegre há-de deixar de ser uma quinta particular.

almiro disse...

Isto está bom está,agora até vem a dona helena com falinhas doces, agora os deste blogue já não se importam de levar elogios duma ferrenha comuna?? Pois, o que é preciso é receberem graxa os comunas assim passam a ser booons, tão amigos que eles são todos.!!

alfredo d. disse...

Almiro deves de ser um bom facho do psd, lava essa boquinha suja.

m.h.ruas disse...

Fico com a ideia que o senhor Almiro tem um serviço de informações mal montado. Por uma questão de educação que ele manifestamente lhe falta não vou pensar que seja apenas um paspalhão inventor.
Donde é que me conhece para inventar que eu sou uma ferrenha comuna? Nem sou de Portalegre, como é que ele sabe da minha ideologia?
Não sou, mas se fosse era com muita honra em frente de gente como talvez ele seja.
Olhe, presunção e água benta é o que muitos e se calhar o senhor também, usam como perfume.
Maria Helena Ruas

observador disse...

Não és comuna és do Bloco, é a mesma merda. Elvas não é tão longe de Portalegre que não te conheça d.helena da treta.

ex.detective de portalegre disse...

Não é preciso ser muito esperto para perceber que os observadores, os almiros, moram todos no mesmo barraco da rua do mexes.

É uma corja demasiado cobarde para se identificar e enfrentar os outros olhos nos olhos.

Saião não desiste, com manobras de diversão tão reacionárias e anti-culturais, por muito que te custe, tu que além de filho de puta, ainda és careca, gordo e baixinho.