Apontamentos estivais


ELOGIOS A SALAZAR


Não me contive e vi-me obrigado a responder – a meter as cabras no curral, como se diz na minha terra – a um indivíduo que, na papelaria da minha rua, elogiava Salazar.
Mas, no íntimo, compreendi-o (sem aceitar o seu arrazoado): nada melhor para exaltar os ditadores, mesmo os mais sinistros, do que políticos venais e demagógicos, como aqueles que agora nos governam.

1 comentário:

António Cagica Rapaz disse...

Lá diz o ditado "Atrás de mim virá quem de mim bom fará".


"Havemos de chorar os mortos se os vivos não os souberem merecer." - era o nosso António de Santa Comba no seu melhor...